(22) 9 9948-1737 contato@oitaperunense.com.br

MUNICÍPIOS DA PERIFERIA METROPOLITANA DO RIO APRESENTAM BAIXO ÍNDICE DE VACINAÇÃO

MUNICÍPIOS DA PERIFERIA METROPOLITANA DO RIO APRESENTAM BAIXO ÍNDICE DE VACINAÇÃO

Cidades da Região Metropolitana estão entre as que apresentam os mais baixos índices de vacinação contra a covid-19, no estado. A conclusão é do levantamento realizado pela Assessoria Fiscal da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), com base nos dados do Vacinômetro, do Ministério da Saúde. No que se refere ao esquema vacinal completo, entre os dez com menor cobertura entre os municípios do estado estão sete da periferia: Itaboraí, Duque de Caxias, Japeri, Belford Roxo, São João de Meriti, São Gonçalo e Queimados (foto), este com 14,50% dos vacinados, em último lugar. Quando se leva em consideração os 76 municípios com mais de 100 mil habitantes nas regiões metropolitanas das capitais do Sudeste e do Sul, Niterói é a mais bem posicionada, com 62,59% de seus habitantes completamente imunizados

O estado do Rio de Janeiro é o 8º do país no ranking de população totalmente imunizada, com 39,1% de seus habitantes com esquema vacinal completo. O índice nacional é de 41,7%, segundo números atualizados em 28/09. Na análise do diretor-presidente da Assessoria Fiscal da Alerj, Mauro Osorio, os dados refletem a precariedade estrutural das cidades da periferia metropolitana do estado.

“Temos, na Região Metropolitana do Rio, uma falta de estrutura absurda. É importante analisarmos este fato, que tem reflexos na Saúde e nas demais, áreas, como Segurança Pública. Precisamos de políticas públicas para melhorar as condições destes municípios”, defende.

No comparativo das capitais dos estados em todo o país, a cidade do Rio de Janeiro aparece na 6ª posição, com 54,3% da população vacinada. Quando a avaliação envolve apenas os 92 municípios fluminenses, os três melhores colocados são Macuco – em primeiro lugar, com 78,76% dos completamente vacinados. Niterói, em segundo, com 62,59% e o Rio, em 3º, com 54,30%. O último lugar, com a pior cobertura é Macaé, com 10,78%.

Niterói serve de exemplo

Quando se leva em consideração os 76 municípios com mais de 100 mil habitantes nas regiões metropolitanas das capitais do Sudeste e do Sul, Niterói (foto) é a mais bem posicionada, com 62,59% de seus habitantes completamente imunizados. Neste recorte, a capital Rio de Janeiro vem em sexto, tendo 54,3% de sua população tendo recebido duas doses de vacina ou a dose única. Levando em consideração apenas os vacinados com a primeira dose, Niterói também lidera, 84,11%, e o Rio de Janeiro sobe para a terceira posição, 82,6%.

Secretário aponta represamento de dados

O secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe, destacou que os baixos índices de vacinação em alguns municípios do estado se devem também a atraso nos registros feitos pelas prefeituras. “Alguns municípios vêm apresentando dificuldade na inserção dos dados, por conta de falta de pessoal. Cabe um esforço destas secretarias municipais de Saúde, para agilizar esse processo, dando mais transparência à vacinação, e se aproximando da realidade da imunização de cada um destes municípios”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up